Notícias


Inscrições para o CBGTUR 2019 supera expectativa

postado em 12 de fev de 2019 16:56 por Fenagtur Brasil   [ 12 de fev de 2019 17:07 atualizado‎(s)‎ ]

Após publicação da programação do 39º Congresso Brasileiro de Guias de Turismo número de inscritos para participar do evento nacional cresceu consideravelmente.

Em janeiro último, o hotel Convento do Carmo no Pelourinho, local onde acontecerá o CBGTUR, já tinha vendido todos os apartamentos disponíveis. Para a presidente do SINGTUR-BA, Silvana Rós, a escolha de temas e palestrantes inerentes ao tema vem sendo o fator determinante para o aumento de inscrições. Silvana ainda afirmou que além de profissionais Guias de Turismo de todo o Brasil, o número de estudantes cresceu consideravelmente.

Previsto para acontecer de 22 a 26 de maio de 2019, o evento contará com o apoio de diversos parceiros do município de Salvador e do estado da Bahia, além de sindicatos representativos da categoria. Clique aqui e faça sua inscrição!









Lei 13.785/2018 ainda não vigora a favor do Guia de Turismo

postado em 29 de jan de 2019 20:24 por Fenagtur Brasil

Mesmo sendo sancionada no dia 27 de dezembro de 2018 pelo ex-presidente Michel Temer, a lei 13.785 efetivamente não está sendo colocada em prática.

Com o objetivo de evitar que o Guia de Turismo credenciado pelo Ministério do Turismo seja confundido como um motorista de transporte irregular de passageiros, a referida lei permite que o profissional registre seu veículo particular no Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos do MTur - Cadastur, promovendo assim mais segurança ao turista em trânsito pelos destinos turísticos em território brasileiro.

Diante da repercussão gerada pela sanção da lei entre os Guias de Turismo no Brasil, a Fenagtur em contato com o Ministério do Turismo foi informada  que o setor responsável - TI - está realizando ajustes na plataforma do Cadastur para iniciar com os registros em todas as capitais dos estados brasileiros.

Para o presidente da Fenagtur, Henrique Dantas, a lei colaborará para maior transparência na realização dos serviços prestados entre guia e turista, gerando mais segurança na relação de consumo entre as partes. "A preocupação agora será entender como acontecerá o trâmite dessa norma diante das autoridades de trânsito pelo Brasil afora, já que cada jurisdição impõe suas regras", afirmou Henrique.

Entre tantos gargalos do turismo brasileiro resta acreditar que o Ministério do Turismo, em sua nova gestão, consiga criar programas que possam controlar, fiscalizar e ordenar melhor as atividades turísticas pelo Brasil.

Para conhecer as obrigações da Lei 13.785 de 2018, clique aqui!

ASCOM

Abordagem do Cadastur, DER e Procon de Alagoas em 2016


Novo modelo de credencial para os Guias de Turismo.

postado em 12 de dez de 2018 18:15 por Fenagtur Brasil   [ 12 de dez de 2018 18:17 atualizado‎(s)‎ ]

Buscando dinamizar informação ao turista sobre a importância do profissional Guia de Turismo em diversas atividades turísticas, o Ministério do Turismo lançou ontem, 12/12/2018, o novo modelo de credencial do Guia de Turismo que será emitida pelo Cadastur a todos os novos cadastros e renovações futuras.


Nesse novo modelo foi inserido o QR Code que poderá ser lido por aplicativo no celular. A ideia central desse código é eliminar falsificações e facilitar a identificação do Guia de turismo durante negociações e futuras contratações. O viajante que contratar o serviço deverá ficar atento à documentação do profissional. A credencial certifica que o Guia de Turismo atue de forma legal e formal no mercado. A dica para o turista é observar o prazo de validade do documento como mais uma identificação de segurança durante o passeio.


Mesmo diante de tantas inovações que se faz necessário, a categoria continua fragilizada por conta da ausência de fiscalização que o Ministério do Turismo não realiza, colaborando com aumento da ilegalidade e má prestação de serviço que cresce vertiginosamente no Brasil. Sem comentar, também, da falta de compromisso dos Órgão Delegados representativos do MTur pelo Brasil, que continuam recebendo certificados com a carga horária mínima de 800 horas estabelecida no Catálogo Nacional de Cursos Técnicos do Ministério da Educação.

Esperamos que num futuro próximo, a entidade mor do turismo brasileiro consiga entender que os milhões de reais que se gastam para promoção e divulgação dos destinos turísticos possam ser divididos para fiscalização; porque sem controle e ordenamento nas diversas atividades turísticas que acontecem pelo Brasil, esses referidos milhões são jogados no ralo, por conta da má prestação de serviço que cresce cada dia no território brasileiro contribuindo negativamente para imagem dos destinos.


ASCOM

Entidade cobra aprovação de PL à Câmara Federal

postado em 12 de jun de 2018 12:04 por Fenagtur Brasil

A Federação Nacional dos Guias de Turismo no Brasil - FENAGTUR - junto com seus membros federados cobrou ao Deputado Federal e presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia, a aprovação do PL 2724/2015, que trata sobre a abertura do capital das companhias aéreas e a transformação da Embratur em agência de fomento.

Na quarta-feira, dia 06 de junho de 2018, Rodrigo Maia em reunião com lideranças firmou compromisso em votar o projeto de lei no dia 12 de junho de 2018.

Para o presidente da Fenagtur Henrique Dantas é importante que o PL 2724/2015 avance na Câmara Federal para que o mercado brasileiro possa se tornar mais atrativo a investimentos e possa aumentar a concorrência no setor ampliando possibilidades diversas.

ASCOM

CBGTUR de 2020 será em Vitória-ES

postado em 6 de jun de 2018 20:04 por Fenagtur Brasil   [ 6 de jun de 2018 21:12 atualizado‎(s)‎ ]

Durante Assembleia Geral Ordinária da Fenagtur que aconteceu logo após o XXXVIII CBGTUR, nos dias 21, 22 e 23 de maio em Foz do Iguaçu, foi escolhido pelos membros federados à cidade de Vitória, capital do estado do Espírito Santo, para sediar o XL CBGTUR.

A determinação do trade turístico de Vitória foi fundamental para a contemplação da cidade, quando foi apresentado pelo Sindicato de Guias de Turismo do Estado do Espírito Santo cartas de apoio de entidades formalizando a condição total para realizar o congresso em Vitória.

Durante a apresentação de candidatura, o presidente do SINDEGTUR-ES, Jorge Albuquerque, enfatizou sobre a importância do evento para o turismo do Espírito Santo e para a categoria. Jorge ainda completou afirmando que a realização dum evento desse porte trará mais evidência aos atrativos turísticos da cidade e do estado, gerando diversas oportunidades e mostrando para os Guias de Turismo do Brasil a relevância do destino para o turismo brasileiro.

Logo após a definição, os Guias de Turismo do Espírito Santo comemoram com entusiasmo a eleição da cidade de Vitória para sediar o XL CBGTUR 2020.

 ASCOM

Foto: Henrique Dantas

Solicite seu certificado de participação do CBGTUR 2018

postado em 5 de jun de 2018 10:31 por Fenagtur Brasil   [ 5 de jun de 2018 10:48 atualizado‎(s)‎ ]

Guias de Turismo e participantes do XXXVIII Congresso Brasileiro de Guias de Turismo  e VI Congresso Latino Americano de Guias de Turismo que aconteceu em maio de 2018 na cidade de Foz do Iguaçu, já poderão solicitar a emissão do certificado de participação. O Sindicato de Guias de Turismo de Foz do Iguaçu e Costa Oeste será o responsável pela emissão dos certificados do CBGTUR 2018.

Para solicitar envie uma mensagem eletrônica com seu nome completo e CPF para o e-mail: singturfoz@hotmail.com .

ASCOM

Condição especial para participar do CBGTUR 2018 em Foz do Iguaçu-PR

postado em 9 de abr de 2018 20:07 por Fenagtur Brasil   [ 9 de abr de 2018 20:28 atualizado‎(s)‎ ]

Deseja participar do XXXVIII CBGTUR - Congresso Brasileiro de Guias de Turismo - em Foz do Iguaçu, durante o período de 16 a 20 de maio de 2018 e não sabe como?

O Sindicato de Guias de Turismo do Estado de São Paulo - SINDEGTUR/SP - preparou condição especial para quem deseja participar do maior evento da categoria de Guias de Turismo no país. A partir de São Paulo, você poderá se inserir à caravana de Guias de Turismo que partirão das cidades de São Paulo e Santos no dia 15 de maio de 2018. Caso esteja próximo a São Paulo, não perca essa oportunidade, será uma forma de você reduzir seus custos com passagem aérea e hospedagem, podendo ainda os valores serem divididos no cartão de crédito.

Abaixo veja as condições que o SINDEGTUR preparou para os profissionais Guias de Turismo. Não fique de fora!

Transporte e hospedagem para o Congresso Brasileiro de Guias de Turismo em Foz do Iguaçu-PR.

Nos dias 16 a 20 de maio deste ano ocorrerá o XXXVIII Congresso Brasileiro de Guias de Turismo, na cidade de Foz do Iguaçu/PR. O Sindegtur SP está organizando transporte em ônibus e hospedagem a preços mais acessíveis para que os Guias de Turismo de SP possam participar deste evento para aprimorar as competências profissionais e extender os contatos com colegas de todo o país.

Transporte:

Ônibus semi-leito turismo, 42 lugares, ar condicionaod, toalete, TV, Wifi, geladeira.
Saída dia 15 de maio: 21h (saindo de Santos) e 22h30 (saindo de Sâo Paulo)
Retorno dia 20 de maio, saída de Foz do Iguaçu às 20h, com paradas em São Paulo e Santos.
Valor (ida e volta):
- Guias Sindicalizados: R$ 380,00
- Guias não sindicalizados e estudantes de Guia de Turismo: R$ 450,00
Pagamento em até 2 vezes sem juros.

Hospedagem:
Hotel Três Fronteiras: hotel econômico, com café da manhã. (www.hotel3fronteiras.com.br)
Aptos duplos e triplos (quartos a compartir)
Valor: R$ 65,00 por pessoa/diária (pagamento direto no hotel em até 6 vezes no cartão)

Haverá transfer diário do hotel ao congresso, ida e volta.

Caso tenha interesse, favor entrar em contato com o Sindegtur SP para reservas pelo e-mail: Contato@SindegTurSP.com.br

ASCOM

CBGTUR 2018

Vai viajar?

http://www.fenagtur.org.br/ache-um-guia


SINDEGTUR-GO inicia diálogo para retornar à Fenagtur

postado em 8 de abr de 2018 09:38 por Fenagtur Brasil   [ 8 de abr de 2018 09:42 atualizado‎(s)‎ ]

No último dia 28 de março, a presidente do SINDEGTUR-GO Larissa Santos se reuniu em Goiânia com o presidente da Fenagtur para tratar sobre possibilidade de retorno da entidade sindical representante dos Guias de Turismo de Goiás ao Conselho Nacional.

Durante o encontro Larissa expôs sobre os desafios a serem superados pela categoria em diversos destinos turísticos de Goiás. Além da falta de apoio das iniciativas pública e privada, a ausência de fiscalização que aumenta consideravelmente o trabalho irregular impedindo que profissionais credenciados exerçam de forma legal suas atribuições.
 
Para Fenagtur, trata-se de momentos que não refletem apenas a realidade dos guias goianos, mas sim de todos os profissionais brasileiros. Na oportunidade, Henrique Dantas,  explicou sobre perspectivas futuras que a federação está trabalhando para mudar o atual cenário. Para a entidade nacional é importante que o SINDEGTUR-GO se faça presente novamente no colegiado, levando os anseios dos profissionais de Goiás e lutando na ampliação de conquistas nacionais.

Participaram da reunião Henrique Dantas, representante da Fenagtur, Larissa Santos e Sueli Assis, pelo SINDEGTUR-GO e Fabrício Amaral, advogado da entidade regional.

ASCOM


Vai Viajar?



FENAGTUR inicia diálogo sobre qualificação profissional

postado em 25 de mar de 2018 14:10 por Fenagtur Brasil   [ 31 de mar de 2018 13:15 atualizado‎(s)‎ ]

Com a perspectiva de entender a dinâmica de oferta dos cursos técnicos em Guia de Turismo pelo Brasil, entidade inicia diálogo com a Coordenação de Qualificação Turística do Ministério do Turismo em Brasília.

Além de pontuar cenário desordenado, quando instituições de ensino não respeitam regras estabelecidas pelo MEC, o presidente da FENAGTUR Henrique Dantas também reforçou sobre a importância de requalificar o profissional que já atua no mercado exercendo suas atribuições conforme exigências legais.

Para o presidente da entidade, nunca existiu  preocupação do MTur em estabelecer critérios para evolução intelecto profissional  dos Guias de Turismo conforme exigências do mercado turístico. Para Henrique Dantas, faz-se necessário políticas de aperfeiçoamento que acompanhem as tendências de mercado para preparar melhor todos os profissionais que atuam na linha de frente do turismo brasileiro. Na oportunidade, estiveram presentes o  Sr. Ivan Berson - presidente do SINGTUR-AL, Sra. Neusa Portugal - coordenadora Geral de Qualificação Turística do MTur e Henrique Dantas, presidente da FENAGTUR.

A entidade inclusive aguarda com expectativa o novo texto que trata da Política Nacional de Qualificação no Turismo que será apresentado na reunião da Câmara Temática de Qualificação do Conselho Nacional de Turismo no próximo dia 27 de março de 2018 em Brasília.


ASCOM



Comunicado aos Guias de Turismo do Brasil - Importante

postado em 13 de mar de 2018 20:47 por Fenagtur Brasil   [ 13 de mar de 2018 21:10 atualizado‎(s)‎ ]

A Federação Nacional de Guias de Turismo, representante máximo da categoria de Guias de Turismo no Brasil, vem a público esclarecer que independente da Portaria 31/2018 publicada pelo Ministério do Turismo no dia 08/02/2018, isentando os órgãos delegados de não cobrarem os comprovantes de recolhimento referente à Contribuição Sindical, conforme previsto na Portaria 27/2014 do MTur em consonância com a CLT (nova reforma trabalhista), orientará as entidades sindicais filiadas que procedam com questionamento judicial contra todos àqueles que se negarem a comprovar o recolhimento da Contribuição Sindical Federativa, referente aos exercícios não prescritos, ou seja, anos de 2013 a 2017. É fundamental esclarecer que antes da reforma trabalhista a Contribuição Sindical era de natureza obrigatória, e como tributo previsto na Constituição Federal, possui caráter obrigatória de observância, inclusive seu pagamento, ou seja, quem não efetuou os pagamentos deste tributo pode sofrer questionamento do FISCO dos últimos 05 (cinco) anos.

Ainda faz saber que, diante na nova portaria do MTur, também irá orientar a todos os membros filiados que executem judicialmente todo profissional Guia de Turismo com cadastro renovado no Cadastur/MTur a partir de 01 de março de 2018, que por ventura “afirme”, em documento chancelado pelo MTur durante a renovação pelo sítio eletrônico do Ministério do Turismo – www.cadastur3.turismo.gov.br - que recolheu a contribuição sindical federativa sem de fato não a ter realizado/pago; como também, a todos àqueles que informarem possuir cursos de idiomas, ou comprovante de exame de proficiência ou atestado de fluência, sem o ter. Consideraremos tais ocorrências, como Crime de Falsa Declaração, previsto no Código Penal Brasileiro, Art. 299, que diz: - “Omitir, em documento público ou particular, declaração que dele devia constar, ou nele inserir ou fazer inserir declaração falsa ou diversa da que devia ser escrita, com o fim de prejudicar direito, criar obrigação ou alterar a verdade sobre fato juridicamente relevante.”

Doravante questionamentos judiciais constantes por entidades sindicais de diversos setores, diante da lei que trata sobre a Reforma Trabalhista - quesito Contribuição Sindical a partir de 2018 -, a FENAGTUR aguardará decisões dos trâmites para poder se posicionar definitivamente quanto ao assunto. Orienta, contudo, que todos os profissionais Guias de Turismo do Brasil continuem pagando/recolhendo a Contribuição Sindical Federativa prevista na CLT para poder renovar sua credencial futuramente e colaborar com a manutenção constante de suas bases territoriais, já que a facultatividade da nova reforma trabalhista foi prevista em Medida Provisória, e deve ter seu reconhecimento por lei até 20.04.2018, podendo ser confirmada, reformada ou não convertida em lei, o que prevaleceria o texto anterior com obrigatoriedade do recolhimento da Contribuição Sindical.

Independente da lei vigente ou obrigatoriedade ou não do recolhimento da Contribuição Sindical, é fundamental que todos os profissionais se sensibilizem e contribuam, visando manter forte, vivo e possível a renovação da Federação, sua efetiva representatividade e o crescimento tão almejado por todos dos profissionais Guias de Turismo. A continuidade ao trabalho que a nova mesa diretora pretende realizar em prol da categoria somente será possível se pudermos cumprir com os objetivos traçados para visualizarmos novas perspectivas à categoria, combatendo o exercício ilegal da profissão e ampliando possibilidades de trabalho conforme novas tendências de mercado, respeitando o cerne da Lei Geral do Turismo e Código de Defesa do Consumidor.

FENAGTUR


http://www.fenagtur.org.br/sindicatos

1-10 of 39